Recolocacao 1
É possível encontrar um bom emprego mesmo no cenário econômico atual do país?
21 de fevereiro de 2016
Recolocacao e novo emprego
Curso de Recolocação Profissional e a Conquista de um Novo Emprego
23 de fevereiro de 2016
Mostrar Todos

Entenda porque muitas vezes bons profissionais não encontram emprego

executivo

Existem profissionais sem tanta qualificação e que encontram um ótimo trabalho e há bons profissionais que, por sua vez, não encontram emprego. Por mais estranho que isso possa parecer, há uma justificativa e é essencial entender o motivo pelo qual isso acontece.

A importância do currículo bem estruturado

Seu novo emprego começa com um bom currículo! O currículo desempenha o papel de cartão de visita do profissional. O papel dele é abrir portas, ou seja, ter um bom currículo é fundamental para algum entrevistador querer conhecer o profissional.

Muitas vezes, excelentes profissionais não são chamados para processos seletivos pois não tem um currículo bem feito (e o pior é que eles não sabem disto). 

Alguns erros mais cometidos em currículos: 

1 – As informações do currículo não tem coerência com o objetivo da recolocação, ou seja, com a vaga pretendida;

2 – As informações do currículo não tem coerência com o objetivo da recolocação, ou seja, com a vaga pretendida;

3 – Currículo não apresenta todas as informações relevantes para a análise do recrutador;

4 – Currículos com erros de português;

5 – Falta de uma boa estrutura, não transmitindo organização e clareza nas informações.

Esses são apenas alguns erros cometidos em currículos, mas há muito mais! O CV dará a primeira impressão ao recrutador sobre o profissional e fará a diferença entre o profissional ser chamado ou não para o processo seletivo! Por isso é muito importante fazê-lo da forma correta!

A entrevista de emprego: nervosismo pode prejudicar

É natural que as pessoas fiquem nervosas ao participar de uma entrevista de emprego. Entretanto, é necessário manter o controle, já que o nervosismo em excesso pode prejudicar o candidato neste momento.  Estar preparado pode diferenciar um candidato de outros. Muitas vezes, detalhes fazem a diferença!

É comum, por exemplo, pessoas que falam inglês de maneira fluente começarem a gaguejar ao falar simplesmente de si mesma: o que era simples vira um problema.

A apresentação do candidato também deve receber cuidados: não cuidar da imagem, por exemplo, poderá passar má impressão e pode excluir o profissional do processo seletivo. Por isso, é importante acordar mais cedo, se for preciso, tomar um banho, escolher uma roupa adequada ao estilo da empresa para transmitir profissionalismo.

Não é somente o momento da entrevista que é importante! O momento “antes” da entrevista também pode ajudar ou prejudicar um candidato no processo seletivo!

Alguns comportamentos podem transmitir falta de profissionalismo e podem desclassificar um candidato do processo, como chegar atrasado na entrevista ou não buscar previamente informações sobre a empresa em que fará a entrevista.

Networking: necessidade nos dias de hoje

Um bom networking é fundamental para o desenvolvimento da carreira e vai além de acumular cartões corporativos e contatos no LinkedIn.

Se o profissional considera importante manter mais de 500 contatos no LinkedIn ou se orgulha da coleção de cartões corporativos, é melhor repensar na estratégia de networking. Dois estudos recentes mostram que qualidade é melhor que quantidade na hora de montar uma rede de contatos eficiente — aquela que de fato vai ajudá-lo a resolver problemas de negócios e a encontrar um novo emprego.

Portanto, criar o networking da forma certa também fará a diferença na busca de um novo emprego!

 

Por: Mariana Vigetti

Atmosfera Desenvolvimento Humano